Busca por palavras

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Uma Resposta Sincera aos Calvinistas de Plantão

Caros calvinistas de plantão,

Pelo que entendo de suas explicações e referências bíblicas citadas, Deus criou os ímpios para a perdição. Por exemplo, Pv 16:4 e Rm 9:13. Porém entendo que o "fazer um vaso para a ira e outro para a misericórdia" tem a ver com a intervenção dEle. Ele endurece (não intervêm no) o coração de quem quiser e tem misericórdia de quem quiser. O fato de eu ter que buscar a Deus para ser salvo não desabona o fato de Deus ter me chamado, escolhido, já que se eu o desejasse sem que ele tivesse misericórdia de mim, de nada adiantaria, foi preciso que ele me reconciliasse consigo. O vocábulo "todos" em qualquer versículo bíblico deve ser levado em consideração assim como qualquer outro. A Palavra de Deus afirma em Rm 5:18:

"Conseqüentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a todos os homens."

Observando o contexto remoto, podemos concluir que para ser salvo é preciso crer em Cristo e é por isso nem todos são salvos, já que a fé é dada por Deus, lógico, assim como poder para vencer o pecado.

"Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. (João 15:5).

Só podemos crer, pela Bíblia, que Deus derrama a sua graça sobre todos, mas nem todos correspondem à graça de Deus, antes muitos resistem ao Espírito Santo.

"Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração." (Jeremias 29:13);

"Não apaguem o Espírito." (1 Tessalonicenses 5:19);

"Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade. A mente deles é depravada; são reprovados na fé." (2 Timóteo 3:8).

Penso assim por muitas razões, a primeira é que, apesar de os versículos usados pelos calvinistas serem bem tendenciosos à predestinação fatalista, observando a Bíblia em sua totalidade, vejo um Deus que não deseja a morte do ímpio, antes, que ele se arrependa e viva (Ezequiel 18:23);

Vejo um Deus todo-poderoso, logo, se ele quer que o ímpio se arrependa e viva, nada o impediria, a não ser, sua própria decisão de não intervir na vida de quem o resistir. Assim, ele continua soberano, não infringindo suas próprias regras. A prova de que Deus partilha de sua graça com todos é o fato de todos terem traços da natureza de Deus, de forma "ofuscada", é claro, bem como o senso comum de justiça e bondade, que é universal.;

Vejo um Deus que não faz acepção de pessoas:

"Pois em Deus não há parcialidade." (Romanos 2:11);

"Não serei parcial com ninguém, e a ninguém bajularei," (Jó 32:21);

"Então Pedro começou a falar: Agora percebo verdadeiramente que Deus não trata as pessoas com parcialidade," (Atos 10:34).

Um fato interessante da teologia de vocês, é que vocês entendem que a prova de que o calvinismo está mais próximo da verdade que o arminianismo (não sou um nem outro), é que os arminianos são todos "um bando de corruptos e desobedientes, que não nasceram de novo". Ledo engano, já que todos os homens e mulheres santos, e conhecedores da graça salvadora de Deus que eu conheço pessoalmente são pentecostais, por tabela, mais arminianos que calvinistas. Na verdade, apesar de crer que há muitos salvos calvinistas, no meu universo de amizades cristãs, todos os cristãos exemplares fogem de se identificar como arminianos ou calvinistas, pois consideram essas duas teorias boas, porém minimamente detentoras da Verdade de Deus, são para eles, 0,00001% do que a Bíblia Sagrada tem a oferecer. (o número foi só pra ilustrar).

Concluindo e tendo ciência de que prestarei contas a Deus de tudo quanto afirmo, o deus calvinista é déspota, o deus arminiano é um banana e o Deus da Bíblia é Deus.

Informo que neste texto há muito pouco dos argumentos válidos contra a predestinação fatalista. Aceito comentários construtivos e respeitosos.

Cordialmente,

Clébio Lima de Freitas
Postar um comentário

Talvez você goste também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...