Busca por palavras

sábado, 11 de janeiro de 2014

O Poder de Arrepender-se


Jesus, porém, ouvindo que João estava preso, voltou para a Galiléia; E, deixando Nazaré, foi habitar em Cafarnaum, cidade marítima, nos confins de Zebulom e Naftali; Para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías, que diz: A terra de Zebulom, e a terra de Naftali, Junto ao caminho do mar, além do Jordão, A Galiléia das nações; O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.” (Mt 4:12-17)

1 - O que é arrependimento?

Segundo o dicionário Priberam, um dos significados de arrependimento é mudar de intenção ou de ideia. Também traz a ideia de contrição, estar insatisfeito com algo, ter pesar de algo, que é o conceito mais usual do termo. O conceito secular do termo não está errado, quando nos arrependemos de algo, antes sentimos contrição, pesar, muitas vezes remorso, vergonha mesmo de termos praticado algo, porém Deus não está pensando em um sentimento quando nos manda nos arrependermos, Ele quer que mudemos de direção, que voltemos atrás, ou que voltemos ao caminho certo antes percorrido. Fazendo uma busca simples em uma Bíblia digital, pude contar mais de 20000 menções a este termo ou a similares, o que nos mostra o quanto há necessidade de arrependimento.

2 – O arrependimento bíblico é impossível fora de Cristo.

Como já havia dito antes, o termo arrependimento em sua acepção secular é um tanto diferente da acepção original da palavra. Deus quer que o homem natural, morto em seus delitos e pecados (Ef 2:1), arrependa-se de seu caminho e se volte para o Único Caminho (Jo 14:6). Aos homens, piedosos ou não, foi dada a consciência, assim todos sabem, em certo nível, o que é certo e errado, é por isso que existe a concepção de remorso ou pesar por algo de errado que fizemos. O homem sabe quando erra e tem consciência do que é justo e injusto, porém continua pecando porque não possui forças para vencer a força do pecado em sua vida (Rm 7). Na primeira parte do texto base, está escrito que “O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou” (v 16). O Evangelho, as boas novas, tem esse nome porque trouxe aos homens a possibilidade de mudança, de arrependimento verdadeiro, de deixar de lado o caminho mal e fazer a vontade de Deus, “aos que estavam assentados na região e sombra da morte, a luz raiou”. No versículo seguinte está escrito “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (v 17), Deus está nos dizendo que desde então podemos nos arrepender de nossos pecados e mudarmos de direção porque é chegado o reino dos Céus, “Cristo em vós, esperança da Glória” (Cl 1.27). O que era impossível aos homens, é possível a Deus (Mt 19:26).

3 - O poder de arrepender-nos é um sinal de Cristo em nossas vidas.

Muitos dizem que são de Cristo, mas não são. Cristo disse “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.(Mt 7:21) Essa mensagem parece dura, mas é verdade. Porém, como já foi dito antes, é impossível ao homem viver em santidade sem a cruz de Cristo, assim também é verdade que quem tem a Cruz de Cristo, vive em santidade diante de Deus e isso é possível pelo Espírito de Deus que ele derramou sobre sua igreja (At 1:8) e que habita em cada servo dele (Jo 14:23; Ef 2:22; Rm 8:9). O Evangelho tem poder de libertar todo aquele que crer (Rm 1:16). Todo o que crer no Evangelho de Cristo se arrependerá, será transformado e essa transformação é um sinal de que Deus vive nele através do seu Espírito que foi prometido por Cristo (Jo 14:16).

Conclusão

Deus quer que nos arrependamos, o arrependimento não é mero sentimento de pesar por algo errado que fizemos, mas o ato de voltarmos atrás, mudarmos de atitude. O arrependimento verdadeiro só é possível em Cristo e a transformação verdadeira é um sinal, uma prova de que Deus habita em nós e nos dá poder para vencer o pecado.


Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. (Rm 8.1-4)
Postar um comentário

Talvez você goste também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...