Busca por palavras

domingo, 9 de setembro de 2012

O Burro e os Doutores


Amados,

Depois de um bom tempo sem postar, recebi um texto interessante do irmão Jaime Dias da Silva, de Curitiba, PR. É um texto engraçado e desafiador, pois fala do contraste entre a sabedoria de Deus e a sabedoria humana. Os erros grosseiros cometidos por homens que se julgam doutores e agem como leigos, por o serem, no campo espiritual. Não é um texto contra a Teologia, mas contra o mal uso desta. Vale salientar que não estou abonando todas as tendências teológicas do amado irmão, mas o respeito e o texto, certamente, é edificante. Boa leitura. 

O Burro e os Doutores


“Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. E Deus escolheu AS COISAS VIS deste mundo, E AS DESPREZÍVEIS, e AS QUE NÃO SÃO, para aniquilar as que são.” I Co. 1:27-28.

Bom estudo, Deus te abençoe em Graça e em conhecimento.

A Bíblia nos apresenta um grande contraste entre O BURRO E OS DOUTORES RELIGIOSOS (nem todos), mostrando quem é o mais sábio e quem é o mais burro.

NO ANTIGO TESTAMENTO, UMA JUMENTA MOSTROU-SE QUATRO VEZES MAIS SÁBIA QUE O PROFETA BALAÃO. Nm. 22 a seg.

1). A jumenta teve “VISÃO ESPIRITUAL” para enxergar três vezes o perigo antes do profeta. Nm. 22:33.
Já Balaão, na sua “visão carnal” agiu como um verdadeiro animal irracional, espancando a jumenta três vezes. Nm. 22:28.

2). A jumenta mostrou “FIDELIDADE” ao seu dono, deitando-se debaixo dele para protegê-lo da espada do Anjo do Senhor. Nm. 22:27. Já Balaão, mostrou-se “infiel” aos longos serviços da sua cavalgadura. Além de espancar a jumenta por três vezes, teria a matado se tivesse uma espada na mão. Nm. 22:28-30.

3). A jumenta mostrou-se “DIGNA”, por Deus usar a sua boca, para falar ao profeta. Nm. 22:28. Já Balaão, mostrou-se “indigno”, mesmo profetizando a Balaque o rei dos moabitas, seu coração estava no ouro e na prata do rei, atraindo a ira de Deus para si. Nm. 22:21-22.

4). A jumenta na sua “SABEDORIA” teria escapado com “VIDA”. Já Balaão, na sua “irracionalidade” teria “morrido” nela. Nm. 22:33.

NO NOVO TESTAMENTO UM JUMENTINHO MOSTROU-SE CINCO VEZES MAIS SÁBIO QUE OS DOUTORES DA RELIGIÃO. Lc. 19:1-41

1). O jumentinho vivia “PRESO” no pasto, esperando o chamado do Senhor. “E disse-lhes: Ide à aldeia que está defronte de vós; e, logo que ali entrardes, encontrareis PRESO UM JUMENTINHO...” Mc. 11:2.

Já os doutores da lei, viviam e vivem “ASSENTADOS” na cadeira de Moisés, esperando fazer discípulos, para a sua religião. “...Na cadeira de Moisés estão ASSENTADOS OS ESCRIBAS E FARISEUS. Observai, pois, e praticai tudo o que vos disserem; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não praticam.” Mt. 23:2-3

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que percorreis o mar e a terra PARA FAZER UM PROSÉLITO; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais que vós.” Mt. 23:15.

2). O jumentinho, sem nunca ter sido domado aceitou com humildade a monta de Jesus. “Dizendo: Ide a aldeia que está defronte, e ai, ao entrar, achareis preso um jumentinho em que NENHUM HOMEM AINDA SE ASSENTOU; soltai-o e trazei-o.” Lc. 19:30

Já os doutores religiosos, que deveriam ser conhecedores de Deus, na sua soberba recusaram e recusam até hoje, O JUGO DE JESUS. “Veio para o que era seu, E OS SEUS NÃO O RECEBERAM”. Jo. 1:11

3). O Jumentinho foi “ÚTIL” para a obra de Deus, servindo de cavalgadura para o Senhor. “E trouxeram-no a Jesus: E, lançando sobre o jumentinho os seus vestidos, PUSERAM JESUS EM CIMA.” Lc. 19:35.

Já os doutores da lei, foram “inúteis” servindo e servem até hoje, de “pedra de tropeço” para o Evangelho do Filho de Deus. “Então alguns DOS FARISEUS diziam: Este homem não é de Deus; POIS NÃO GUARDA O SÁBADO...” Jo. 9:16.

4). O jumentinho trouxe Jesus para dentro de Jerusalém, contribuindo com sua glória. 

“E quando já chegava perto da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto.” Lc. 19:37

Já os doutores religiosos expulsaram Jesus de Jerusalém, fazendo-o carregar uma cruz, contribuindo para sua vergonha. “Mas eles instavam com grandes gritos, pedindo que fosse crucificado. E os seus gritos, E DOS PRINCIPAIS DOS SACERDOTES, redobravam”. Lc. 23:23

“E levando ele às costas a sua cruz, SAIU para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota. Onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio.” Jo. 19:17-18

5). O jumentinho ou qualquer que FIZER ALGUMA OBRA em prol do Reino de Deus, de modo algum perderá o seu galardão. “E qualquer que tiver dado SÓ QUE SEJA UM COPO D’ÁGUA FRIA a um destes pequenos, em nome de discípulo, em verdade vos digo que DE MODO ALGUM PERDERÁ O SEU GALARDÃO.” Mt. 10:42

Por sua vez, os doutores da religião de todas as gerações, que torcem a Palavra de Deus para satisfazer suas ideologias e deleites próprios, também receberão seu galardão: O DA INJUSTIÇA. (II Pe. 2:13). “Serpentes, raça de víboras! COMO ESCAPAREIS DA CONDENAÇÃO DO INFERNO? Mt. 23:33

MORAL DA HISTÓRIA
Um burro com Jesus é mais sábio que um doutor religioso. Um doutor religioso sem Jesus, torna-se um verdadeiro burro. Disse o Senhor Jesus: “...PORQUE SEM MIM NADA PODEIS FAZER.” Jo. 15:5b.

Jaime e Júlio – Curitiba Pr.

http://estudosbiblicosjj.blogspot.com
Postar um comentário

Talvez você goste também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...